21/10 -Eu vim para lançar fogo sobre a terra e como gostaria que já estivesse aceso.

Quinta-feira, 21 de outubro de 2021.

 

Evangelho (Lc 12,49-53)

 

“Eu vim para lançar fogo sobre a terra e como gostaria que já estivesse aceso”

 

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 49“Eu vim para lançar fogo sobre a terra, e como gostaria que já estivesse aceso! 50Devo receber um batismo, e como estou ansioso até que isto se cumpra! 51Vós pensais que eu vim trazer a paz sobre a terra? Pelo contrário, eu vos digo, vim trazer divisão. 52Pois, daqui em diante, numa família de cinco pessoas, três ficarão divididas contra duas e duas contra três; 53ficarão divididos: o pai contra o filho e o filho contra o pai; a mãe contra a filha e a filha contra a mãe; a sogra contra a nora e a nora contra a sogra”.

 

Reflexão

 

A Palavra de Deus às vezes é como um tapa que levamos no rosto para acordar, é o caso do Evangelho de hoje. Basta olhar a nossa vida, ao nosso redor e tomar consciência que nos falta algo pelo qual “queimar”, falta uma paixão. Queimar de ‘paixão’, de iniciativas, e porque não, também de quedas. A paz que ansiamos é uma falsa paz. O importante é não sentir dor e fazer esforço, e não importa se não sou feliz, o importante é que não me canso muito, que não sofro muito, que não me incomodo muito. Haveremos criado uma geração de infelizes porque estamos convencidos que não temos a capacidade de resolver os problemas. Nos esquecemos que muitas vezes para tornarmo-nos nós mesmos precisamos ter o trabalho de nos separarmos da massa, de distinguir-nos. Não renegar um pai ou uma mãe, mas saber sermos nós mesmos. Não é colocar tudo de acordo, mas ser todos vivos e sentir a vida como algo de vivo. Buscamos sempre situações onde estamos no controle, mas a vida por definição foge do controle. A vida não é um museu a ser mantido em ordem e bem catalogado. A vida ao invés, é feita de escolhas, tentativas, sonhos pelos quais lutar, sofrimentos a afrontar. Incompreensões a serem digeridas. Neste sentido, Jesus veio para colocar tudo em discussão a fim de que tudo se torne o que tem que ser de fato. Jesus veio trazer o fogo, aquele pelo qual vale acordar toda manhã.

 

Pe. Paulo Eduardo Jácomo, sdb.